Trancada

A maçaneta da porta saíra em sua mão, já quase na hora de Ronaldo chegar. Arrumara em tempo a casa e, especialmente, o quarto para a noite do aniversário que passariam juntos. Quando viu-se trancada do lado de fora do quarto, quase entrou em pânico. A cama fora arrumada com o lençol preferido, havia cheiros […]

Ausência

Sinto saudades, tantas que me ferem o espírito. Abandonada à própria voz, minha mente reclama o carinho fresco de tuas palavras, perde-se em pensamentos que põem em chave minha sanidade. Meu corpo se ressente de ti… A pele fria onde não pousam teus carinhos… Em meu ouvido, ressoa agudamente o silêncio a que me condenaste […]

Apagão

Em dias como este, bom estar na sala cujo lacre o mundo não pode violar (sou eu quem abre as frestas embora você me tente guiar). Me abrigo, você sorri, como se tudo fosse bobagem, como se fossem cicatrizes as feridas que ainda exponho. Vontade de rir também… e de acompanhá-lo na sua quase viagem […]

A Casa

Eram duas as palavras até a noite com ele: “Eu vou!”. Abririam portas. Mas não podia dizê-las, pega de surpresa no meio do dia, o filho pela mão uniformizado para a escola. Duas palavras apenas. Tinha plena consciência disso. Ainda assim, segurou-as na boca, embora a mente lhe precipitasse a resposta imediata. Quando ele desligou, […]