Ontem o dia era cinza

Ontem era cinza

o dia

o céu sobre mim

o asfalto sob os passos

as esquadrias da janela na sala em que estava.

 

Cinza.

Mesmo sem nuvem.

Sem som.

Só a memória da notícia que chegara

e desbotara o presente.

 

Choveu

transparente

forte.

Incômodos os pés alagados,

fria a calça contra a pele úmida.

 

Milagrou.

Era noite

e saiu o sol.

Era noite

e acenaste

do outro lado da rua,

sorriste

com as mãos estendidas

e me cobriste de luz e de amor.

 

Era noite

quando o dia nasceu.

 

 

6 comentários em “Ontem o dia era cinza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s