traição

Diziam que o marido a tinha trocado por outra. E que, coitada, quando descobrisse, ela pensaria que pior do que fracassar era ser abandonada por uma dessas jovens de peitinho durinho. Iria, de certo, apontar a outra na rua, chamando-a de periguete, interesseira, feiticeira. Ou espalhar por aí que o marido entrara na crise da […]

e se o homem que você amou for melhor agora, depois de você?

A crônica abaixo foi originalmente publicada na Obvious Magazine, em 12.10.2015, e está também no link: http://obviousmag.org/puro_achismo/2015/e-se-o-homem-que-voce-amou-e-melhor-agora-depois-de-voce.html ————————————————————- Conforme-se: talvez ele seja melhor agora. Com ela, toma cuidados que nunca teve antes: evita jogar as toalhas no chão da área, estica os lençóis sob o edredom, lava a cuba da pia pela manhã, apagando o rastro […]

Carnaval

Percebi que o Carnaval tinha começado quando o bloco me alcançou na porta da empresa. E, na saída do trabalho, deixei passar aquela gente entusiasmada atrás da batucada. Parei sob uma marquise, um pouco irritado por estar na contramão do movimento. Cercado por piratas e super-heróis, um ritmista de expressão fechada me chamou a atenção. […]

beijo

Vivera presa a garantias. Mas, nessa noite, a ternura era urgente. A vida se desmontara e suas expectativas apontavam para o exílio após a dura semana que enfrentou. Portanto, permitiu a aproximação, mesmo desconhecendo os movimentos seguintes. Como não havia outro lugar em que quisesse estar, não havia angústia. Seu lugar era ali, àquela hora, […]

insônia

Passara um ano sem dormir direito. Um ano. Rolando na cama, aconchegada entre os travesseiros que, no meio da noite, sufocavam-na. Dizendo aos amigos que as enormes olheiras disfarçadas sob a maquiagem eram da rotina apressada ou, talvez, de uma pequena anemia – comia mal porque o trabalho lhe exigia. Passara-se um ano e todos […]

esperamos para ser felizes

Esperamos para ser felizes – a melhor hora, a agenda mais vazia, o motivo mais sólido, um dia em que estejamos menos cansados. Esperamos sem dar-nos conta que, às vezes, perdemos pelo caminho pequenos pedaços da felicidade que procuraremos mais adiante, após realizar o último gesto que, acreditamos, a definirá. Hesitamos porque não é a melhor […]