fantasia

Todas as noites, Clara imaginava deitar a cabeça sobre o peito de Alberto enquanto repassava o dia em sua mente.  Conversavam.  Ela tinha que adivinhar-lhe as respostas, por vezes alegres, noutras noites tristes. Sorria com as piadas que ele não conheceria fora da fantasia da mulher que, uma vez por semana, escrevia-lhe um longo email […]

quando já não é mais hora

De nada adiantou sentar-se diante dela, diminuindo lugares no sofá da sala pouco iluminada pelo abajur antigo.  Nem incumbí-la da fácil tarefa de arranjar-lhe um pano de chão para apagar as pegadas molhadas, originadas na chuva que caía na rua.  Frustrava-se a tentativa de reeditar a intimidade que há pouco ainda tinham, enxugando os pés, […]

a vida por recomeçar

Ajeitou-se diante do espelho na porta de entrada do restaurante, arrumando os cabelos num gesto repetido por sua ansiedade. Checou mentalmente os preparativos com o corpo, a roupa escolhida e as frases pensadas que poderia usar caso não tivessem o que falar dentro do carro, a caminho de sua casa onde ficariam juntos pela primeira […]

o sonho

Começou assim: abraçada ao filho, como se o menino crescido fora ainda bebê, entrou no mar ao encontro de uma amiga. Mas a luz do dia se apagou na primeira pisada na arrebentação. Os pés molhados, o abraço intenso no filho, os passos paralisados diante da escuridão e apenas o contorno da amiga ao longe, entre […]

Castelos de Areia

Sobre as areias dos dias constrói-se a casa, com portas e janelas abertas para o sol.  Pintam-se as paredes com as cores claras dos planos futuros e das histórias vividas.  Com alegria, finaliza-se o trabalho, abrindo-se, com as próprias mãos, uma estrada larga em frente ao cenário construído. Esquece-se da força do mar, cuja presença pode ser […]

vertigem

O conto abaixo foi escrito para o concurso “Contos do Rio”, edição 2010,  do Caderno Prosa e Verso do Jornal O Globo.  A proposta de cenário era a cidade do Rio de Janeiro e a inspiração, a foto abaixo (“Nuvem sobre o Largo da Carioca”, de Marcia Foletto).  Não ficou entre os finalistas mas está aí para ser […]

dança

Se todas as palavras que há em mim pudessem ser ditas, responderia ao que você me perguntou em silêncio: o meu amor morreu numa manhã de julho. Era alegre e definitivo. Mas, no dia em que acordei gasta pelos anos em que se transformara em contínua superação, anunciou-me sua morte. Sem sustos. Se eu pudesse […]

pequenas coisas

Ninguém nunca lhe disse que seriam as pequenas coisas que destruiriam o grande amor. Diante do juiz a perguntar-lhe se a separação era definitiva, ela sabia que a resposta era sim. Só não lhe pedisse para dizer as razões de sua certeza. Ela soaria patética, apontando dezenas de besteiras sem importância nos manuais de manutenção […]

tela de plasma

Eles se despediram na tela de plasma. Apaixonados. A mão dele escorreu por todo o casaco dela no beijo final. Maria notou. Como notara vários detalhes por que outros passariam distraídos: a intensidade do olhar da protagonista antes da declaração de amor, o sorriso no rosto da criança no fundo da cena, enquanto o galã […]

Trancada

A maçaneta da porta saíra em sua mão, já quase na hora de Ronaldo chegar. Arrumara em tempo a casa e, especialmente, o quarto para a noite do aniversário que passariam juntos. Quando viu-se trancada do lado de fora do quarto, quase entrou em pânico. A cama fora arrumada com o lençol preferido, havia cheiros […]