mexendo no baú II

À DISTÂNCIA

Por não saberes que me perdes
quando me olhas
superior,
escolhendo as falas
que mais exaltem tua sabedoria

e que nada além do teu sorriso admiro
e nada além de teu olhar me excita
e que tudo destrói tua presunção

É que, por não saberes
o quanto perdes,
deixando que te escape o meu amor,
dia-a-dia, permites
que eu me afaste de ti.

(escrito aos 17 anos)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s